Como atingir a liberdade financeira?

A liberdade financeira é o sonho de consumo de muitos investidores. Você sabe como chegar lá?

O que é liberdade financeira?

A liberdade financeira é o sonho de muitos investidores. Dentre os exemplos mais conhecidos no Brasil está o investidor Luiz Barsi Filho, que recebeu em 2022 mais de 1 milhão de reais por dia com seus investimentos. Mas vamos entender tudo isso melhor!

Liberdade financeira é um conceito que se refere à capacidade de uma pessoa realizar seus objetivos, sem depender exclusivamente do trabalho remunerado para sustentar seu estilo de vida

Dentre os vários benefícios que a liberdade financeira pode proporcionar, como realizar nossos sonhos e comprar produtos para consumo, ela é responsável pelos nossos dois maiores bens, tempo e liberdade!

E a liberdade pode se manifestar de várias formas, como liberdade geográfica (de viver onde quiser), liberdade de escolha de carreira (trabalhar se quiser e com o que gosta), liberdade de assumir riscos calculados (para explorar novas oportunidades), além logicamente da possibilidade de se aposentar mais cedo e de fazer a diferença na vida de outras pessoas.

Um dos pilares da liberdade financeira é a construção de renda passiva. Esse é conceito tão importante que precisa ser melhor compreendido. Ele é a base para a construção de riqueza e da liberdade ao longo do tempo. Então primeiro a gente precisa compreender as diferenças entre renda ativa e renda passiva e depois entender o caminho para chegar lá!

A renda ativa se refere à renda que a gente ganha por meio do nosso trabalho ou esforço ativo. Ela é gerada quando trocamos nosso tempo e habilidades por dinheiro, seja em um emprego, negócio próprio ou trabalho autônomo. A renda ativa é, portanto, resultado direto de seu trabalho e esforço contínuo. 

A renda passiva é o tipo de rendimento que a gente recebe sem ter a necessidade de trabalhar. Por meio da renda passiva o investidor recebe recursos financeiros periodicamente em sua conta, geralmente em função de seus investimentos. É o que se costuma chamar no mercado de "ganhar dinheiro dormindo" ou "fazer o dinheiro trabalhar para você".

Mobirise Website Builder

Aqui já deu para perceber uma importante diferença!

Na renda ativa o recurso tem origem no nosso trabalho, já que trocamos trabalho por dinheiro. E na renda passiva esse recurso financeiro tem origem em investimentos e por isso não dependemos de trabalho remunerado para manter nosso estilo de vida.

A grande vantagem que a renda passiva nos proporciona é a liberdade de escolher o que fazer com o nosso tempo em vez de se sentir obrigado a trabalhar apenas para pagar contas e despesas básicas.

Isso não significa que a gente não precise mais trabalhar, até porque ter uma função social é importante. Mas nos permite escolher fazer o que nos dá mais prazer.

Para conquistar a liberdade financeira existem dois componentes principais que precisam ser analisados: o estilo de vida e o investimento em ativos que geram renda para o investidor.

A combinação destes componentes vai fazer você chegar mais rápido na tão sonhada liberdade financeira!

Estilo de vida e renda passiva

O estilo de vida é o primeiro aspecto que a ser considerado quando a gente busca a liberdade financeira.

Para conquistar a liberdade financeira é preciso que os rendimentos sejam superiores aos gastos. Um estilo de vida onde os gastos são inferiores aos ganhos permite economizar e investir para o futuro. Caso o estilo de vida seja mais caro, haverá a necessidade de ajustar ou aumentar a renda passiva para manter esse padrão de vida.

Quanto mais luxuoso o estilo de vida, maior vai ter que ser a renda passiva para sustentar esse padrão. Em outras palavras, como a renda passiva depende de investimentos que foram feitos ao longo da vida, isso significa dizer que o valor investido ao longo do tempo vai ter que ser maior para conseguir gerar renda suficiente para sustentar gastos mais altos.

É muito comum ver celebridades, artistas e esportistas mantendo um alto padrão de vida por algum tempo, mas que não se sustenta no longo prazo. São casos de pessoas que já tiveram muito dinheiro, acabaram perdendo dinheiro ao longo do tempo e hoje dependem de ajuda para sobreviver.

De qualquer forma, não tem problema querer viver em um padrão superior. É da natureza humana querer crescer e evoluir!

Afinal de contas, trabalhamos e investimos para poder aproveitar os frutos desse nosso trabalho. Mas até que se consiga acumular um bom dinheiro investido, o segredo talvez seja viver um degrau abaixo do que nossa renda permite. Assim nosso patrimônio vai continuar crescendo ao longo do tempo. É tudo uma questão de organização e planejamento.

Pessoas que são organizadas financeiramente podem viver com conforto sem necessariamente desperdiçar dinheiro. Não faz sentido, por exemplo, ter cinco carros na garagem só para ostentar. Quem já entendeu isso costuma valorizar outras coisas na vida.

Além do estilo de vida, outro fator que influencia a liberdade financeira é a geração de renda passiva por meio de investimentos que geram renda passiva.


Você sabe qual é a única coisa que me dá prazer? É ver meus dividendos caindo na conta.”  (John D. Rockefeller)

Onde investir para atingir a liberdade financeira?

Para obter a liberdade financeira é preciso fazer investimentos que gerem renda passiva. 

No mercado financeiro a renda passiva geralmente tem como origem o pagamento de dividendos e de juros sobre o capital investido. Por lei, no Brasil, as empresas devem distribuir uma parte de seus lucros aos acionistas na forma de dividendos. 

E são várias as opções no mercado que vão gerar estes tipos de rendimentos. A escolha vai depender de seus objetivos, tolerância ao risco, horizonte de investimento e perfil como investidor.

Aqui abaixo estão algumas das principais opções de investimento para gerar renda passiva.

  1. Dividendos de Ações: Investir em ações de empresas (no Brasil ou no exterior) que pagam dividendos é uma maneira comum de gerar renda passiva. A renda gerada depende do valor investido e do rendimento de dividendos das ações. A periodicidade do pagamento destes dividendos (mensal, trimestral, anual ou outros) pode variar de empresa para empresa.
  2. Fundos de Investimento Imobiliário (FIIs): FIIs são fundos que investem em empreendimentos imobiliários, como edifícios comerciais, shoppings e imóveis residenciais. Os investidores recebem renda regularmente na forma de aluguéis e distribuições de lucros. No caso dos Fundos Imobiliários o pagamento de dividendos costuma ser mensal.
  3. Real Estate Investment Trusts (REITs): Para os investidores que investem no exterior, como nos Estados Unidos, ainda existe a opção de REITs. Semelhante aos Fundos Imobiliários, os REITs são empresas que possuem, operam ou financiam investimentos imobiliários. Eles distribuem a maior parte de seus lucros como dividendos aos acionistas.
  4. Títulos de Renda Fixa: Certos títulos de renda fixa, como títulos do governo, corporativos e municipais, podem gerar renda passiva na forma de pagamentos de juros regulares. Os rendimentos podem variar dependendo do tipo de título e das taxas de juros vigentes.
  5. Fundos de Renda Fixa: Fundos de investimento em renda fixa investem em títulos de dívida, como títulos do governo e corporativos. Eles oferecem renda regular na forma de distribuições de juros e podem ser uma opção de renda passiva com menor risco em comparação com ações.
  6. Crescimento de Portfólio de Investimentos: À medida que seu portfólio de investimentos cresce, você pode optar por vender parte de seus ativos ou reinvestir os ganhos para gerar renda passiva. Isso é comumente feito com a venda de ações ou ativos que valorizaram.

Estas são as alternativas mais utilizadas no mercado financeiro, mas existem outras formas de geração de renda passiva. Para cada uma destas alternativas há vantagens e desvantagens que precisam ser consideradas. E por isso cada uma delas precisa ser adequada ao objetivo, perfil e tolerância ao risco do investidor. 

Algumas são mais sofisticadas e exigem maior conhecimento do investidor, como geração de renda passiva com opções, e outras nem estão diretamente no mercado financeiro, como por exemplo o aluguel de imóveis próprios.

A estratégia de investimento com foco em dividendos pode ser valiosa para aqueles que buscam renda passiva e estabilidade a longo prazo. É justamente essa estratégia que permite atingir a liberdade financeira ao longo do tempo!

Então se você está pensando em viver de renda, considere a estratégia de Dividend Investing para a sua carteira. Mas lembre-se que o Dividend Investing é uma estratégia em que são selecionadas ações com pouca valorização. A grande vantagem é o pagamento constante de dividendos.

Então se você ainda está formando seu patrimônio ou capital investido, considere adotar em conjunto outras estratégias que vão ajudar seu dinheiro crescer de forma mais rápida, como o Value Investing e o Growth Investing. E antes de montar uma carteira, sempre procure um analista financeiro de confiança para crescer com segurança.



© Copyright 2023 Prime Investing. All Rights Reserved.

Mobirise.com