Quando começar a investir?

Muitas pessoas só pensam em começar a investir quando estão mais maduros, com conhecimento técnico e dinheiro sobrando para esse fim. Mas será esse o melhor caminho?

Quando começar a investir?

O momento ideal para começar a investir varia de pessoa para pessoa e depende de diversos fatores, incluindo seus objetivos financeiros, situação financeira atual, horizonte de investimento e tolerância ao risco.

No entanto, a melhor resposta para essa pergunta geralmente é: quanto mais cedo, melhor! Mas vamos entender isso melhor.

Muita gente espera o momento certo para investir, também conhecido como "timing de mercado". O timing de mercado refere-se à tentativa de comprar e vender ativos financeiros, como ações, títulos ou commodities, no momento ideal para obter o máximo de lucro.

O que se busca nessa situação é tentar adivinhar quando o mercado atingirá o ponto mais alto para vender ou o ponto mais baixo para comprar um ativo. Porém tentar prever os movimentos do mercado de forma consistente é muito difícil, para não dizer impossível.


Sem dados você é apenas mais uma pessoa com opinião.” (William Edwards Deming)

Geralmente quem tenta fazer isso opera pensando com foco no curto prazo, na compra e venda de ações para lucrar com essa diferença.

Essas operações, comuns no day trade, costumam ser muito estressantes e difíceis de obter consistência. A maioria dos traders falha ao tentar adivinhar o momento certo para isso e muitos acabam no prejuízo.

Inclusive um estudo feito pelos por pesquisadores da FGV, Fernando Chague e Bruno Giovannetti, apontou que mais de 90% dos traders tiveram prejuízo no período analisado e que menos de 1% dos traders obtiveram sucesso de maneira consistente, com lucro médio diário acima de R$ 300.

Mas isso não significa que operações de curto prazo como o trade sejam ruins, apenas que o trader ou investidor tem que se preparar muito, conhecer várias ferramentas da análise técnica, além de técnicas de gestão de risco.

Uma alternativa interessante ao 'timing de mercado' é a abordagem de investimento a longo prazo.

Investimento de longo prazo

O investimento a longo prazo é uma estratégia na qual os investidores compram ativos financeiros, como ações, títulos, imóveis, entre outros, com a intenção de mantê-los por um período prolongado, geralmente muitos anos, com o objetivo de construir riqueza e atingir metas financeiras de longo prazo.

Nesta estratégia, ao invés de tentar 'adivinhar' quando comprar ou vender ativos com base nas condições atuais do mercado, os investidores mantêm seus investimentos ao longo do tempo, sem se preocuparem com as flutuações do mercado de curto prazo, até mesmo porque eles acreditam na tendência de crescimento no longo prazo.

O investimento no longo prazo traz vários benefícios para o investidor. 

Mobirise Website Builder

Os mercados financeiros são voláteis, com altos e baixos a curto prazo. No entanto, ao investir a longo prazo, você pode minimizar o impacto das flutuações de preços, pois tem a oportunidade de superar os períodos de queda.

Investidores a longo prazo podem assumir mais riscos, uma vez que têm um horizonte de investimento mais amplo. Isso permite a inclusão de ativos de maior risco, como ações de crescimento, que podem potencialmente gerar retornos mais altos a longo prazo.

É importante lembrar que o investimento a longo prazo não elimina o risco, mas permite que você o gerencie de maneira mais eficaz e otimize seu potencial de crescimento, o que ajuda a reduzir o estresse nessas operações.

Mas, sem dúvida, o maior benefício do investimento a longo prazo são os juros compostos

Os juros compostos utilizam o tempo em favor do investidor, pois ele maximiza o impacto do 'efeito bola de neve', permitindo uma acumulação substancial de riqueza ao longo do tempo. 

Mas também há desvantagens. No longo prazo o investidor tem que ser paciente e aguardar a magia dos juros compostos acontecer. Além disso, como o dinheiro está todo investido, pode haver falta de liquidez em caso de necessidade do investidor, o que reforça a ideia de manter uma reserva de emergência.

Então é uma questão de planejamento, estratégia e paciência.


Você não precisa ser brilhante, apenas um pouco mais sábio que os outros caras, em média, por um longo tempo.” (Charlie Munger)

O Efeito "Bola de neve"

Um conceito importante no investimento de longo prazo é o valor do dinheiro no tempo.

Sob o efeito dos juros compostos o dinheiro se multiplica e o principal componente para que isso ocorra é o tempo que o dinheiro fica investido. 
  
Os juros compostos são diferentes dos juros simples, que pagam juros apenas sobre o valor original do seu investimento, sobre o capital investido. No entanto, os juros compostos pagam juros sobre seu investimento inicial, mas também sobre os juros acumulados anteriormente.

E conforme o tempo vai passando esse montante vai aumentando cada vez mais gerando um 'efeito bola de neve'. Essa bola de neve significa que seu dinheiro começa a crescer de forma exponencial, e o crescimento se torna cada vez mais significativo a cada ano que passa.

Ainda que você não esteja adicionando mais dinheiro, você pode observar seu investimento inicial aumentar. É como se seu dinheiro começasse a trabalhar e a multiplicar-se por conta própria. E isso é o que o mercado conhece como "o dinheiro trabalhando para você".

Para melhorar ainda mais esse resultado o ideal é começar a investir o mais cedo possível para que o tempo faça sua mágica com seu dinheiro e que preferencialmente você reinvista os seus ganhos ou faça aporte periódicos, de qualquer outra fonte de renda, como parte da sua poupança ou do salário.

Voltando às questão inicial: Qual é o momento de começar a investir?

O momento de começar a investir está intimamente ligado aos seus objetivos financeiros. Se você tem metas financeiras de curto prazo, como uma viagem no próximo ano, pode ser melhor focar em economizar. No entanto, se seus objetivos são de longo prazo, como aposentadoria, começar a investir mais cedo é essencial.

No mundo dos investimentos tempo é dinheiro, e quanto mais cedo você começar a investir, maiores as chances de acumular riqueza no longo prazo. Então se você ainda não começou, o momento de começar é agora!

Independente do seu perfil, seja ele mais conservador ou mais arrojado, se você quiser conquistar sua independência financeira você precisa começar a investir o quanto antes. É lógico que para cada tipo de perfil e objetivo há uma estratégia adequada, mas ao começar a investir desde cedo, maiores as chances de você atingir seus objetivos.

Então se organize, se planeje e comece faça o dinheiro trabalhar para você!

Qualquer dado é melhor do que nenhum dado

Os mercados financeiros são influenciados por uma infinidade de fatores, incluindo eventos econômicos, políticos e até mesmo psicológicos. Essa complexidade torna praticamente impossível prever com precisão quando os mercados subirão ou cairão. Isso sem contar que esperar pelo momento certo pode resultar em perder oportunidades valiosas.

Existem modelos matemáticos que tentam prever esses momentos, porém eles dependem de muitas variáveis interligadas e que estão fora do nosso controle. E apesar de serem excelentes ferramentas de apoio, elas frequentemente apresentam falhas em decorrência de situações inesperadas.

A utilização de dados para tomada de decisão é uma prática frequente no mercado financeiro. Muitos acreditam que qualquer dado ou informação é melhor que operar sem informação alguma. Mas isso não é exatamente verdade!



© Copyright 2023 Prime Investing. All Rights Reserved.

Free AI Website Creator