Você é torcedor dos seus investimentos?

Quando o investidor não sabe exatamente o que está fazendo, ele passa a torcer para que seus investimentos deem certo. Será que tem outra alternativa?

Você sabe o que está fazendo?

O crescimento da bolsa nos últimos anos e a divulgação dos ganhos milionários de muitos investidores nas redes sociais despertou o desejo pelo mercado financeiro. Afinal de contas, ninguém queria ficar de fora ou perder a oportunidade de se tornar milionário investindo na bolsa. E neste contexto, muita gente passou a investir, como era de se esperar.

O grande problema é que nem todo novo investidor sabe direito o que está fazendo! 

Quando um investidor não tem um entendimento claro sobre como funciona o "mundo dos investimentos", ele tende a tomar  decisões com base em especulações, dicas de terceiros ou simplesmente seguindo a multidão (efeito manada). E é justamente nesse momento que ele acaba sendo mais um "torcedor" dos seus investimentos do que propriamente um investidor.

Não faz muito sentido comprar uma ação e ficar torcendo para que ela se valorize. Não funciona assim! 

A escolha de uma ação para investimento precisa estar alinhada com uma estratégia adequada ao perfil, tolerância aos riscos e objetivos do investidor. Caso contrário por ser um grande problema para o investidor.

E é justamente por isso que a seleção de ações para investimento, conhecida como stock picking, deve seguir um critério lógico e objetivo, seguindo por exemplo algumas das estratégias de investimento de longo prazo, como o Value Investing, o Dividend Investing ou o Growth Investing.

Cada uma destas estratégias vai selecionar ações de empresas de setores diferentes, que tem um comportamentos diferentes e vão gerar resultados diferentes. Mas vamos entender isso direito.

Mobirise Website Builder

Cada tipo de empresa tem características que envolvem risco, volatilidade do ativo (oscilação de preços), expectativa de valorização e pagamento de dividendos, isso sem contar na composição dos dados de balanço e indicadores financeiros.

Investir sem ter acesso a essas informações ou conhecer essas características faz de você um 'torcedor dos seus investimentos' e não um investidor.

É importante lembrar que cada ativo ou classe de ativo tem características específicas e por isso são mais ou menos adequados a um determinado tipo de estratégia ou perfil.

Um investidor que não tem conhecimento sobre o mercado financeiro, sobre gerenciamento de risco e estratégias de investimento pode estar apenas "torcendo" para que seus investimentos deem certo, em vez de tomar decisões informadas. 

A falta de conhecimento faz com que investidores inexperientes estejam mais suscetíveis a tomar decisões por impulso ou influência de terceiros em vez de decisões racionais com base em análises sólidas.

Eles podem, por exemplo, comprar ou vender ativos com base no medo, ganância ou influência social, em vez de se basear em fundamentos sólidos. E é justamente por isso que a adoção de uma estratégia de investimento que esteja alinhada com os objetivos, perfil e tolerância ao risco dos investidores podem ajudá-los a ter mais sucesso no mercado.

Investidores que não têm uma estratégia bem definida estão mais propensos a reagir impulsivamente às flutuações do mercado, o que pode levar a decisões financeiramente ruins.


Sucesso é onde a preparação e a oportunidade se encontram.” (Bob Unser)

Como deixar de ser um torcedor?

Se tornar um investidor de sucesso envolve uma série de cuidados, que vão desde conhecimentos básicos sobre o mercado até a definição de uma estratégia de investimentos adequada. E para atingir isso algumas medidas podem ser eficientes neste processo.

  1. Eduque-se: Invista tempo em aprender sobre os princípios financeiros, os diferentes tipos de investimentos e as estratégias de gerenciamento de riscos. Existem muitos recursos, livros, cursos e sites disponíveis para ajudar a melhorar seu conhecimento financeiro.
  2. Defina objetivos claros: Estabeleça metas financeiras específicas e de longo prazo. Ter um propósito claro para seus investimentos ajudará a evitar decisões impulsivas e manterá o foco em seus objetivos.
  3. Crie um plano de investimento: Desenvolva um plano de investimento bem pensado que inclua uma alocação de ativos adequada para seus objetivos, horizonte de tempo e tolerância ao risco. Um plano sólido pode ajudar a reduzir a influência das emoções em suas decisões.
  4. Diversifique sua carteira: Distribua seus investimentos por diferentes classes de ativos (ações, títulos, imóveis, etc.) e regiões geográficas para reduzir o risco. É lógico que existe uma maneira certa de fazer isso e isso não pode ser ignorado. A diversificação feita de maneira correta pode ajudar a proteger sua carteira contra grandes perdas.
  5. Evite seguir a multidão: Não baseie suas decisões de investimento nas tendências da moda ou no que todos estão fazendo. O comportamento de manada pode levar a resultados ruins. Em vez disso, tome decisões com base em sua análise e objetivos.
  6. Faça uma pesquisa adequada: Antes de tomar decisões de investimento, conduza uma análise sólida e fundamentada. Isso pode incluir a avaliação de demonstrações financeiras, a análise de tendências de mercado e a consideração de fatores macroeconômicos.
  7. Mantenha a calma em momentos de volatilidade: Os mercados financeiros são inerentemente voláteis. Evite reagir impulsivamente a notícias de curto prazo ou a flutuações do mercado. Mantenha um horizonte de investimento de longo prazo em mente.
  8. Evite especulação excessiva: Investir com base em especulações de curto prazo e tentar cronometrar o mercado pode ser arriscado. Em vez disso, adote uma abordagem de investimento de longo prazo e evite a tentação de comprar e vender com frequência. Estratégias voltadas para o longo prazo tem se mostrado mais eficientes na geração de riqueza.
  9. Considere a orientação profissional: Consultar um consultor financeiro ou profissional de investimentos pode ser útil, especialmente se você se sentir inseguro em suas decisões de investimento. Um consultor pode ajudá-lo a desenvolver uma estratégia personalizada com base em suas metas e circunstâncias.
  10. Mantenha-se atualizado: Os mercados e as condições econômicas evoluem ao longo do tempo. Mantenha-se atualizado com as tendências e as mudanças no ambiente de investimento para fazer ajustes apropriados em seu portfólio, conforme necessário.

Por onde eu devo começar?

Acredito que neste ponto já é possível perceber que o conhecimento é a melhor ferramenta para que a gente se torne investidor e deixe de ser apenas um torcedor dos nossos investimentos. Isso evita que nossas escolhas sejam aleatórias ou baseadas em dicas ou recomendações de amigos, familiares ou fontes não confiáveis. 

Investir desta forma é muito arriscado, pois essas dicas podem ser imprecisas, desatualizadas ou mesmo equivocadas!

Então para investir melhor pense em adquirir conhecimento sobre o mercado e definir uma estratégia que esteja adequada aos seus objetivos como investidor. Isso vai ajudar a lidar melhor com as incertezas do mercado que acabam nos fazendo tomar decisões precipitadas e muitas vezes, equivocadas.

Além disso, leve sempre em consideração a diversificação dos investimentos para diluir os riscos da carteira.

Então, invista em conhecimento, conheça seu perfil como investidor, adote uma estratégia adequada aos seus objetivos e comece a ganhar dinheiro na bolsa ao invés de apenas torcer para que seus investimentos deem certo!



© Copyright 2023 Prime Investing. All Rights Reserved.

No Code Website Builder